Sunday, April 22, 2012

O Equador das Coisas #1

jornal de literatura e arte
número 1 | issue 1 | mar. 2012


Monday, April 9, 2012

saiu, saiu O Equador das Coisas!

jornal de literatura e arte
jornal de literatura e arte


Orgulhosa, agraciada, e tudo quanto o mais-de – naquele bom do maravilhamento-a-gente, pois que duplamente em tim-tim! É que saiu semana passada, impresso, o nosso O Equador das Coisas, jornal de literatura e arte. E não é pra ir mesmo na comemoração em deliciuras várias? Hein-hein?
Assinamos (digo assim, “editorialmente”, sabem?) este primeiro número do jornal, e as edições daqui-pra-frente todas com prazer sempre-além: Germano Xavier (escritor-poeta e idealizador do projeto), Karime Limon (poeta estadunidense de grandeza sem-palavras-eu-pra, que será nossa correspondente por lá, na Califórnia, pra assuntos poéticos “versing far but also nearby”) e eu-Carol Piva (com uma coluna n’O Equador, vocês vão ver lá, vixi!, e também como designer-diagramadora dele).
A gente está mesmo em festa! O Equador teve, nesse primeiro número, textos incríveis – crônica, resenha, conto, poema e mais... Pressinto água na boca mesmo, você vão v(l)er só! E o segundo número, pra maio, já está sendo preparado...
Os agradecimentos todos e tudo o que de mais lindo enfim dito estão em bastantes ditos pelo Germano-equador, lá em blogue dele. É assim, ó: oequadordascoisas.blogspot.com. Em breve, a edição virtual do jornal estará por lá e também por cá, prometo! Por enquanto, pra gente ir vendo a lindeza (ai, como somos mesmo corujinhas, haha!, mas é pro bem, viu?), e porque eu mesma estou aguardando, lindamente ansiosa, me chegarem os exemplares direto da Bahia...
Opa, preciso fazer pausa pra explicar... É que é e vai sendo assim: O Equador é projetado em muitos cantos-mundo diferentes: chega dos colaboradores-escritores; passa pela Califórnia, nos Istatis, de onde nos escreve a Karime; vai pra e vem de lá correndo de novo pra Bahia; chega aqui nas Gerais nossas (que é de onde eu vou “desenhando” ele). Pronto, o jornal segue novamente pra Bahia, que é onde ele tem, digamos, a “morada” dele e de lá também onde ele é impresso.
Então, como eu ia dizendo, estou na expectativa boa pra me chegarem aqui nas Alterosas alguns exemplares impressos que o Germano vai pra mim, sabem? Daí que, chegando, ponho imagens dele, d’O Equador, aqui pra gente também – prometo! Enquanto isso, era o que eu dizia, fui no atrevimento pro bem de pegar essa foto emprestada no blogue do Germano, que é do jornal já impressozinho... Cá está, equador em nós. Sigamos, meus queridos! Tim-tim!