Tuesday, January 11, 2011

como não? Azeite da Alzira em cantado novo que vejo novo agora e... superb!




Eu já tinha visto, e muitas outras, o azeite-alzira. Revisto. Ouvido de cabeça, com coração esperneando. Sonolenta. Em luz. Tinha já também posto de perna-ar. Cantado. Dançado e chorado. Vivi com ele, aceite-dela. E muito. Sóis-altura só lá. Que não era, nunca foi só. Também sabia que não. Mas hoje vejo este aqui-apresentação outra. Como não chorar-encanto de novo, Alzira? Lindo Azeite seu assim!

No comments: